Escreva a sua pesquisa

12 de setembro de 2013

Tratamentos naturais para a Enxaqueca

quinta-feira, setembro 12, 2013
A enxaqueca é uma síndrome de cefaleias severas caracterizada por ataques periódicos num dos lados da cabeça, que se manifesta regularmente 1 vez por semana ou de 15 em 15 dias.
Durante a crise de enxaqueca, há uma dilatação e inflamação dos vasos sanguíneos intra e extracranianos. Esta inflamação resulta em dores que podem durar de 4 a 72 horas quando não tratada.

SINTOMAS
Cefaleia unilateral intensa, fotofobia, náuseas e vómitos. Podem estar associadas a dores musculares.

A tomografia axial computorizada (TAC) e a ressonância magnética pode detectar as causas da enxaqueca, tais como um tumor ou um aneurisma cerebral.
Neste caso, o doente deve consultar o seu médico assistente e seguir a terapêutica que lhe for receitada, quer seja tratamento médico preventivo, controlo da crise ou tratamento médico adicional.
Para tratar a enxaqueca tem de deixar alimentos com o queijo, chocolate, café e refrigerantes.

TRATAMENTOS NATURAIS
CEBOLA - Faça um sumo, dilua em água e tome uma chávena 3 vezes ao dia.
REPOLHO - Faça compressas e coloque na região frontal, com folhas de repolho trituradas.
LARANJA - 1 copo de água, casca de 1 laranja fresca. Leve ao lume por 15 minutos. Tomar 1 chávena de chá da casca da laranja 2 vezes ao dia.
ABACATE - Compressa na fronte com chá das folhas do abacateiro, 40 gramas por um litro de água.
LIMÃO - Fazer a terapia do Limão.

OUTROS TRATAMENTOS
HIDROTERAPIA - Faça um escalda-pés antes de deitar, durante 20 minutos.

24 de agosto de 2013

Acidente vascular cerebral (AVC) - Causas, sintomas e tratamentos

sábado, agosto 24, 2013
O acidente vascular cerebral é uma doença caracterizada pelo inicio agudo de um défice neurológico funcional, com distúrbios circulatórios arterial ou nervoso com isquemia de um dos hemisférios cerebrais ou o comprometimento de um área especifica.
Algumas formas de Acidente Vascular Cerebral
  • Embolia cerebral trombo-embolia
  • Acidente vascular isquémico (isquemia cerebral aguda)
  • Acidente vascular hemorrágico
O acidente vascular cerebral consiste na oclusão de um vaso sanguíneo de natureza trombótica ou por êmbolos sépticos que interrompe o fluxo de sangue a uma região especifica do cérebro, interferindo com as funções neurológicas dependentes da região afectada. O acidente vascular hemorrágico apresenta uma hemorragia local, aumento de pressão e edema cerebral. Pode-se ter originado num traumatismo craniano. Em todos os casos, o tamanho e a localização a área afectada, que deixa de ser irrigada, vão determinar a gravidade da doença e o seu prognóstico. Se a lesão for de granes dimensões, a morte pode ser iminente, ou ficarem danificadas diversas funções orgânicas; se a obstrução for parcial, o comprometimento de certas funções é pequeno e a sua recuperação e quase completa

CAUSAS OU FACTORES DE RISCO
Hipertensão arterial (sistólica, diastólica ou ambas) - induz um estreitamento progressivo das arteríolas cerebrais. Estudos feitos mostraram existir um trio perfeito entre o consumo de sal, a hipertensão e a hemorragia cerebral.
Doença cardíaca, como a aterosclerose, viscosidade do sangue e o aumento de gorduras a circular na corrente sanguínea (hiperlipidemia) e fibrilhação arterial, insuficiência cardíaca congestiva.
ALCOOLISMO - a bebida em excesso aumenta o risco de acidente vascular cerebral.
TABAGISMO -  o hábito de fumar aumenta consideravelmente o risco de AVC.
OBESIDADE - a oclusão do vaso pode ocorrer por arteriosclerose, embolia, inflamação, doença intrínseca ou por traumatismo.

OUTROS FACTORES DE RISCO
  • Sedentarismo
  • Stresse
  • Erros alimentares (excesso de sal e consumo de carnes gordas, pois têm gorduras saturadas e colesterol)
  • Os idosos, pessoas de meia-idade, diabéticos, obesos, fumadores, etc. são grupos de risco, assim como as mulheres que tomam a pílula como meio anticoncepcional.
SINTOMAS
  • Fraqueza num dos membros superiores ou inferiores (perna ou braço), ou face; a hemiplegia aparece no lado oposto ao da hemorragia (paralisia que atinge um dos lados do corpo).
  • Desvio do olhar ou perda de visão total ou parcial, transitória ou definitiva.
  • Perda de sensibilidade num membro.
  • Afasia (alteração na linguagem e na fala dificuldade de articular as palavras).
  • O ataque agudo manifesta-se sem aviso, surge subitamente. Um doente nestas situações deve ser imediatamente levado ao hospital para tratamento de urgência.
PREVENÇÃO
Abandono do tabaco e do álcool mostra um declínio da sua incidência.

TRATAMENTOS NATURAIS

ALCACHOFRA - Comer alcachofras em abundância e tomar chá das suas folhas.
ALFACE - Chá das suas folhas e talos, 60gr por um litro de água, tomar uma chávena 4 vezes ao dia.
ALHO - Usar liberalmente nas saladas, também está disponível em ervanárias o óleo de alho em cápsulas. Tomar 3 cápsulas por dia.
ALHO E LIMÃO - Amassar 2 dentes de alho, adicionar o sumo de um limão e tomar duas vezes ao dia.
BERINGELA - Usar liberalmente nas refeições, excepto na forma frita. Pode tomar na forma de sumo ou cortá-la em pedaços pequenos ou picada, deixá-la de molho em água, 12 horas depois, coar e beber o liquido.
CEBOLA - Comer à vontade.
CENOURA - Comer duas ou três cenouras cruas por dia.
ESPINAFRE - Usar liberalmente na dieta.
ABACAXI - Fazer uma dieta exclusiva ou substituir algumas refeições por esta fruta.
AMEIXA - Pode incluir ameixa fresca na dieta.
LIMÃO - Terapia do Limão.
TANGERINA - Pode fazer refeições exclusivas algumas vezes.
UVA - Usar óleo de caroço de uva em substituição de óleo de soja. Pode ainda durante dois dias fazer dieta exclusiva de uvas.

21 de agosto de 2013

Doenças do Sistema Nervoso - Cefaleias ou dor de cabeça

quarta-feira, agosto 21, 2013
As cefaleias são dores de cabeça fortes e persistentes que impedem de trabalhar ou mesmo de adormecer e é dos incómodos mais vulgarizados nos países civilizados.
As cefaleias atingem mais as mulheres do que os homens e muitas vezes são acompanhadas de náuseas.

Sintomas
  • Dor intensa unilateral na cabeça, em ataques breves que se repetem várias vezes ao dia, ou então pode ser constante, durante dias, semanas ou meses.
  • Náuseas.
  • Mal-estar.
  • Fotofobia (dificuldade em ver a luz).
  • Os sintomas neurológicos podem ser visuais, consistindo em ver luzes fortes a piscar, parestesias unilaterais da mão, faltar a voz.

Causas
São muito diversas as causas que se apontam e algumas são desconhecidas. Podem ser provocadas por simples resfriados e por sinusite, rinite, por prisão de ventre, doenças infecciosas, otites, alterações da pressão arterial.
Mas também o stresse e o cansaço, excessos alimentares e bebidas alcoólicas em demasia conduzem ao mesmo sintoma. A miopia e o astigmatismo e também o glaucoma podem causar cefaleias.
No caso da sinusite, as dores de cabeça estão associadas à infecção dos seios perinasais. Tem diversas localizações dependentes do seio atingindo. Se as dores de cabeça são muito frequentes, procure fazer exames médicos para um diagnóstico provável. Nas manifestações mais vulgares, basta remover-lhe a causa.


Tratamentos naturais
Se tem prisão de ventre, as consequências repercutem-se em dor de cabeça.
Em geral, o doente deve ficar em repouso num quarto escuro e tranquilo.
Batata - Aplicar uma compressa com rodelas de batata crua na fronte, durante 1 hora.
Repolho - Amassar as folhas de repolho e aplicar compressas na região frontal, durante 1 hora.
Limão - Beba água com limão. Friccione a parte dolorida com sumo de limão misturado com sumo de cebola.
Abacate - Tisana das folhas do abacateiro, 20g para 1 litro de água. Tomar uma chávena 3 vezes ao dia.
Clister - Faça uma limpeza intestinal com água de malvas, cavalinha ou camomila. Beba chá de ervas laxantes.
Geoterapia - Compressas de argila na região da fronte e nuca, 3 vezes por semana e durante 90 minutos. Espalhe a papa de argila na compressa uniformemente numa camada de 1 cm de espessura.
Hidroterapia - Banho escalda-pés com dois baldes de água, um quente e outro frio, iniciar o seguinte tratamento: Imergir os pés na água quente durante 4 minutos; depois, imergir os oés em água fria durante 1 minuto. Repetir este tratamento 3 vezes seguidas. Manter a água quente sempre à mesma temperatura. Terminar na água fria, enxugando bem os pés e caçar meias secas.
Faça um banho de vapor semanalmente.
Compressas frias sobre o ventre, renovando cada 15 minutos, durante 1 hora.

2 de junho de 2013

Esclerose Múltipla: Esclareça as suas dúvidas!

domingo, junho 02, 2013
Já ouviu falar em Esclerose Múltipla? Esta doença neurológica e os seus sintomas podem ser um mistério para muitos de nós. Ponha agora fim às suas duvidas.
O que é a Esclerose Múltipla?
É uma doença neurológica caraterizada por sintomas que surgem devido a alterações inflamatórias/degenerativas no cérebro e/ou medula.

Porque afeta mais mulheres do que homens?
A Esclerose Múltipla atinge duas vezes mais a mulheres do que os homens. Os motivos ainda não foram determinados.

Em que altura da vida é mais comum surgir?
Surge habitualmente no jovem adulto, com idades compreendidas entre os 20 e os 50 anos.

Quais são os sintomas?
Consoante a localização das lesões (cérebro/medula) a doença pode manifestar-se através de visão turva, visão dupla, desequilíbrio, falta de força num membro ou lado do corpo, entre outros.

É uma doença que progride ou pode manter-se estável durante bastante tempo?
Existem várias formas de apresentação conhecidas. A mais frequente é a forma "surto-remissão", que numa fase mais tardia pode transformar-se em "secundária progressiva". Mais raramente a doença evolui sem surtos, sendo progressiva desde o inicio, e por isso denomina-se de forma primária progressiva. Porém, com as atuais alternativas terapêuticas a doença pode estabilizar sem sequelas ou com incapacidade mínima.

Quais são as limitações de um doente com Esclerose Múltipla?
Um doente com Esclerose Múltipla pode manter-se assintomático e sem quaisquer limitações. Classicamente, a doença produz limitações pelas alterações motoras, desequilíbrio da marcha, alteração de esfíncteres, diminuição da acuidade visual, alterações sexuais.

Existe cura?
Tal como na maioria das doenças crónicas, não existe cura. A estabilidade, por vezes até sem sintomatologia ou incapacidade, é possível, mantendo um estilo de vida saudável e a medicação de forma regular.

Há predisposição genética?
Existem casos raros hereditários. Quanto à predisposição genética, a presença de casos numa mesma família sugere suscetibilidade genética. No entanto, esta suscetibilidade só desenvolve doença se houve uma conjunção de múltiplos fatores genéticos e ambientais. Ou seja, a probabilidade de dois elementos da mesma família desenvolverem Esclerose Múltipla existe, mas é muito baixa. A probabilidade no caso de um filho concebido por dois indivíduos com história familiar da doença já é mais elevada.

Quantos casos, em média, existem em Portugal?
Um estudo recente estima que existam cerca de 54 casos de Esclerose Múltipla em 100 mil habitantes.

Em que consiste o tratamento deste tipo de doença?
O tratamento consiste na modulação da imunidade de forma a diminuir a inflamação no sistema nervoso central, a atrofia subjacente ao processo e, em ultima analise, diminuição dos surtos e incapacidade do individuo. Existem atualmente disponíveis alternativas injetáveis, constituindo fármacos com maior segurança (menos efeitos secundários) que têm uma eficácia que permite que sejam recomendados como tratamento de primeira linha. Quando, apesar destes, a doença se mantém ativa, recomenda-se a passagem para os medicamentos de segunda linha, com menor segurança mas maior eficácia e controlo de doença, através de um injetável endovenoso mensal e o outro oral.

O que pode o doente fazer no dia a dia para ajudar a combater a progressão da doença?
Tal como a restante população, deve manter uma vida saudável, evitar os excessos e procurar ser feliz. Em particular, por ser portador de uma doença crónica, deve manter uma adesão rigorosa ao plano terapêutico decidido em conjunto com neurologista assistente e procurar apoio sempre que novos sintomas apareçam.

26 de abril de 2013

Beber líquidos durante as refeições engorda?

sexta-feira, abril 26, 2013
O hábito de ingerir líquidos nas refeições é muito comum, porém todos já ouviram dizer que isso é errado porque engorda, nos faz comer em maior quantidade, a barriga incha ou atrapalha a digestão.
Qual melhor momento de ingerir líquidos? 
Os líquidos devem ser consumidos 20 minutos antes ou 60 minutos após as refeições. Quando optar por ingeri-los nas refeições é indicado no máximo um copo pequeno, com capacidade de 150 a 200 ml.

Ingerir líquidos nas refeições engorda? 
O líquido ingerido na refeição não engorda, porém dilata o estômago e provoca uma sensação de inchaço abdominal.
É importante não criar o hábito de ingerir líquidos sempre nas refeições, pois o estômago sempre passará por essa dilatação o que irá torná-lo mais elástico. Essa dilatação reduz a sensação de saciedade e você pode acabar consumindo mais alimentos, levando a um excesso alimentar durante o dia e consequentemente o aumento de peso.

Por que devemos evitar líquidos nas refeições?
Durante a digestão dos alimentos precisamos da acção do suco gástrico no estômago, para que alguns nutrientes possam ser quebrados e absorvidos. Quando ingerimos líquido em excesso nas refeições o suco gástrico fica diluído e dessa forma a digestão fica comprometida podendo ocasionar problemas como indigestão, gases, flatulências e deficiência na absorção de nutrientes como ferro, cálcio, zinco, vitamina B12, entre outros.

Se optar por ingerir líquidos, qual dar preferência?
Se desejar beber líquidos durante a refeição, dê preferência aos sumos naturais feito com frutas ácidas como abacaxi, limão, morango, kiwi, já que não irão trabalhar a favor do suco gástrico no estômago, não interferindo na absorção dos alimentos. A água também é uma boa escolha, pois ajuda na hidratação e não aumenta o valor calórico da refeição.
É importante ressaltar que refrigerantes e água gaseificadas são mais prejudiciais, pois o gás presente nessas bebidas dilata ainda mais o estômago, prejudicando a digestão e criando uma falsa sensação de saciedade, fazendo com que a fome apareça mais rapidamente, e podendo levar a um excesso alimentar durante o dia e consequentemente o aumento de peso.

Como manter o corpo hidratado sem ingerir líquidos nas refeições?
Muitas pessoas sentem necessidade de ingerir líquidos durante as refeições quando a hidratação durante o dia está baixa e somente se lembram de tomar algo na hora da refeição. É importante lembrar que a recomendação de água é de 6 a 8 copos de 200 ml e essa deve ser feita preferencialmente nos intervalos entre as refeições! 
Alimentos ricos em água, geralmente frutas e legumes como abacaxi, alface, laranja, tomate, mamão, melancia, melão, uva, chuchu fazem parte de nossas refeições, portanto é impossível realizar uma refeição sem ingerir líquidos, a preocupação sempre deve ser em não consumir líquidos em grande volume.

Portanto, é importante evitar a ingestão de líquidos durante a refeição, e caso ocorra, não deverá exceder um copo pequeno, e que preferencialmente seja água ou suco de frutas ácidas. E lembre-se sempre tenha foco na hidratação ao longo do dia.

12 de abril de 2013

Mitos sobre as aftas

sexta-feira, abril 12, 2013
Maioria das pessoas já sentiu aquela ferida dentro da boca que incomoda, e quando foi analisar descobriu que era a temida afta. Caracterizada por uma lesão arredondada, coberta por uma membrana branco-amarelada e com uma mancha avermelhada em volta, a afta pode ocorrer em qualquer ponto da cavidade bucal, ser isolada ou múltipla, e seu tamanho também pode variar. As feridas tendem a desaparecer naturalmente dentro de 5 a 15 dias e não deixam cicatrizes. A causa mais comum de afta é o refluxo gastroesofágico, cujo principal sintoma é a azia. Descubra os mitos e verdades sobre as aftas.
Afta doi sempre?
Sim, em qualquer caso. Uma característica constante nas aftas é a dor. Se você tem uma ferida na mucosa da boca que não apresenta dor, ela pode ser um sinal de outras doenças mais sérias. Nesses casos, o ideal é procurar um médico.

As aftas podem virar tumor?
Não, isso é impossível de acontecer. As aftas são inflamações que nada tem a ver com a formação de tumores. Porém, num estágio inicial, o tumor ou um cancro de boca pode ser confundido com uma afta. Qualquer lesão na boca que não cicatrize em 14 dias deve ser examinada por um especialista.

Aftas e herpes labial são a mesma coisa?
Não, as causas são diferentes. Herpes é caracterizado por pequenas bolhas, principalmente nos lábios, sendo causado por um vírus. As aftas não são um processo infeccioso e sim inflamatório, com ulceração e sem bolhas. No entanto, depois que a bolha do herpes rompe, forma-se uma ulceração no lábio, que pode ser confundida com a afta.

Aftas são um sinal que a imunidade está baixa?
Pessoas que sofrem com as aftas em determinados períodos, mas não sofrem de problemas gastrointestinais, podem sim estar com a imunidade baixa. Isso acontece porque a baixa imunidade favorece a evolução de processos inflamatórios no organismo, o que associado a uma dieta e hábitos desfavoráveis pode resultar em aftas. Mas isso não quer dizer que todas as pessoas que têm aftas estão com a imunidade baixa - as feridas podem acontecer mesmo em pessoas com a saúde em dia.


A escovação pode causar aftas?
Sim, se for feita de maneira traumática diversas vezes. As feridas formadas na boca por traumatismos, como ralar com as escovas de dentes ou mesmo morder a língua e lábios, não podem ser consideradas aftas. Porém, se a escovação for efetuada de maneira traumática de forma reincidente, pode provocar através do trauma, uma afta.

A alimentação pode interferir no aparecimento de aftas?
Sim, uma dieta deficiente favorece o problema. Uma dieta inadequada provoca no paciente uma deficiência nutricional de vitamina B e de ferro. Esses são cofatores importantes na proliferação das células de revestimento epitelial, e a boca representa um dos tecidos mais proliferantes e renovados do nosso organismo. Da mesma forma que a carência desses dois nutrientes pode levar à anemia, a mucosa bucal desses pacientes fica fina, de certa forma atrofiada. Muitos pacientes anêmicos, inclusive, apresentam grande número de aftas bucais.

Mudanças hormonais podem provocar aftas?
Sim, pois os hormônios influenciam na imunidade. Existem muitos hormônios que controlam o sistema imunológico, como os produzidos na glândula suprarrenal. Dessa forma, alterações hormonais podem induzir nosso sistema imune a agredir a mucosa, causando aftas. Isso poderia explicar porque o problema é mais frequente em mulheres, que possuem maiores flutuações hormonais.

Uma afta pode evoluir para uma infecção?
Sim, se não for tratada. As inflamações causadoras das aftas podem favorecem o aparecimento de infecções bacterianas, retardando a cura ou piorando o quadro.

Afta pode ser um sinal de alergias?
Não, as feridas causadas por alergia não são aftas. As feridas decorrentes de processos alérgicos não são consideradas aftas, e sim úlceras ou bolhas. Por isso, se surgem feridas logo após você comer um alimento específico ou tomar algum tipo de medicamento, consulte um médico para investigar o problema.

Qual a melhor forma de tratar as aftas?
Mudanças na alimentação e medicamentos. Para minimizar a dor, o ideal é evitar alimentos muito temperados, salgados e ácidos. Outros tratamentos paliativos são pomadas a base de corticoides tópicos em formulações próprias para o uso na mucosa oral. No entanto, elas tendem a desaparecer naturalmente dentro de cinco a 15 dias, e essas medidas são tomadas apenas para acelerar o processo ou evitar a dor. É importante também manter a higiene do local, usando um cotonete com soro fisiológico ou então apenas água.

18 de março de 2013

Salada Aromática de Batata

segunda-feira, março 18, 2013
A batata, rica em fibra e vitamina C, pode perfeitamente fazer parte da sua dieta, desde que seja cozida e consumida com moderação. O mesmo acontece com a beringela. Por outro lado, a courgette é bastante saciante e confere um sabor deliciosamente fumado a este prato.

Ingredientes
800 g de batatas
600 g de beringelas
4 courgettes
4 tomates
300 g de mozzarella
3 dentes de alho
5 colheres (de sopa) de azeite
3 colheres (de sopa) de vinagre balsâmico
2 molhos de manjericão
2 colheres (de sopa) de molho de soja
Sal e pimenta

Modo de Preparação
1. Lave bem as verduras. Coza as batatas com casca, descasque-as e corte-as às rodelas.

2. Coloque as beringelas cortadas às rodelas num coador, temperadas com sal durante 15 minutos para libertarem a acidez. Asse-as no forno num tabuleiro forrado com papel vegetal.

3. Depois, corte as beringelas em cubos, bem como o tomate, as courgettes e a mozzarella, e o manjericão às tiras.

4. Misture o queijo e a sua água com o vinagre e as especiarias. Acrescente o azeite e o molho de soja e bata bem. Descasque os alhos e esmague-os, acrescentando-os ao molho que preparou anteriormente. Junte as batatas e deixe repousar 15 minutos. Acrescente os restantes ingredientes e sirva.

17 de março de 2013

Dieta da Sopa - Perca até 4 Kg

domingo, março 17, 2013
O seu prato principal é uma sopa muito saciante, rica em vitaminas, sais minerais, fibra e oligoelementos. Para a digerir, o organismo precisa de consumir mais calorias do que as que a própria sopa fornece. Este plano alimentar permite perder muito peso rapidamente (até menos quatro quilos em sete dias) e, para além disso, reduz os níveis de colesterol e de ácido úrico, facilita o trânsito intestinal e elimina os líquidos acumulados. Esta dieta tem a revisão científica de Marisa Costa, dietista no Hospital de S. João, no Porto.
Regras
  • Se tiver alguma doença, consulte o seu médico antes de iniciar esta dieta. Deve ser seguida, no máximo, durante sete dias.
  • Deve respeitar a combinação de alimentos proposta para cada dia, sem alterar os menus nem repetir uns em vez de outros. Este é o truque para garantir o aporte de nutrientes necessários ao seu organismo.
  • A sopa deve ser caseira para evitar o excesso de aditivos e gordura dos caldos processados. A dieta proíbe os doces, os fritos, o pão, o álcool e as bebidas gasosas ou açucaradas.
  • O frango deve ser ingerido sem pele e os alimentos devem ser assados, cozidos ou grelhados.
  • Coma a sopa sempre que puder ou quando tiver fome; quanta mais ingerir, mais peso vai perder e mais toxinas elimina.
A Receita
Ingredientes (4 Pessoas)
6 cebolas grandes
2 pimentos verdes ou vermelhos
8 tomates
1 repolho
1 molho de aipo
sal, louro e pimenta moída
Caldo de carne caseiro
Opcional
2 cenouras
2 dentes de alho

Modo de Preparação
1. Para o caldo de carne, limpe a carne de peles e gordura, junte uma cebola, um dente de alho, uma folha de louro, um ramo de salsa, sal em pequena quantidade, junte um copo de água e deixe cozer a carne. Depois de cozida, coe o caldo para adicionar à receita.

2. Corte todas as verduras em pedaços pequenos (como para o refogado), deite numa panela grande, cubra generosamente com o caldo de carne e tempere. Coloque a sopa em lume forte até que a água comece a ferver; reduza o lume e deixe cozinhar até os vegetais ficarem tenros. Também pode preparar a sopa na panela de pressão, seguindo as instruções do fabricante para saber o tempo exacto de cocção das verduras.

3. Pode ingeri-la tal com está ou passá-la com a varinha mágica para obter um creme aveludado. Também pode combinar as duas opções ao longo da semana, alternando dias. Pode ser consumida fria ou quente, sendo que quente é mais saciante. Se a comer fria, pode usá-la como bebida vegetal.

Ementa Semanal
Segunda-feira: Coma apenas sopa e toda a fruta que quiser, excepto bananas. Também pode beber sumo de frutas ou chá. As frutas mais recomendadas são o ananás, o quivi e a laranja.

Terça-feira: Coma sopa e verduras de folha verde (acelgas, espinafres e alface). Pode prepará-las ao vapor, cozidas ou cruas em salada; neste último caso, limite ao mínimo o azeite do tempero. Ao jantar, pode comer uma batata assada pequena ou média.

Quarta-feira: Acompanhe a sopa com frutas e verduras. Trata-se de combinar os alimentos dos dias anteriores, suprimindo a batata assada.

Quinta-feira: Tome apenas a sopa, leite magro (a quantidade que quiser) e bananas (3 no mínimo e 6 no máximo).

Sexta-feira: Acompanhe a sopa com tomate e carne (pode comer até meio quilo, mas deve ser carne magra ou, melhor ainda, frango ou perusem pele). Se lhe apetecer, pode substituir a carne por peixe. Deve preparar estes alimentos no forno ou na grelha. Quanto ao tomate, pode comer até seis, crus ou assados. Tente beber, pelo menos, oito copos de água durante o dia para eliminar o ácido úrico do organismo.

Sábado: Para além da sopa, coma carne ou peixe magros e verduras de folha verde. Deve combinar os alimentos do segundo e do quarto dia (excepto a batata assada e o tomate). A quantidade de carne está limitada a dois ou três bifes de tamanho médio. Para além disso, assim como na sexta-feira, pode optar por comer frango ou peru (sem pele) ou peixe.

Domingo: Acompanhe a sopa com arroz integral cozido, verduras de folha verde e sumos naturais (tanto de vegetais como de frutas).

As bebidas permitidas
Pode beber água, café e infusões. A ingestão deste tipo de bebidas previne a retenção de líquidos.

Vantagens
  • Aumenta as defesas, graças ao seu poder depurativo e desintoxicante.
  • Não passa fome porque pode sempre comer um prato de sopa; quanta mais ingerir, mais vai adelgaçar.
  • Perde muito peso em pouco tempo, até quatro quilos numa semana!
  • A fibra da sopa facilita o trânsito intestinal.
  • Depois de terminar a dieta pode utilizar esta sopa ao jantar ou como entrada noutras refeições. Desta forma, consegue manter o seu peso.
Atenção: Ao fim dos sete dias, vá introduzindo os hidratos de carbono de forma gradual. Após um jejum tão prolongado o organismo irá assimilá-los muito rapidamente.

Incovenientes
  • Como a perda de peso é brusca, pode surgir alguma flacidez. Por isso, deve fazer exercício antes, durante e depois da dieta. Utilize também cremes de efeito refirmante.
  • Não deixe de ter cuidado com a alimentação depois da dieta; caso contrário, vai recuperar os quilos que perdeu sem se dar conta.
  • Não pode prolongar a dieta por mais de sete dias, que é o tempo necessário para limpar o organismo de todas as toxinas e resíduos acumulados.
  • Não é recomendada para toda a gente. Se tiver algum problema de saúde ou está a fazer algum tratamento farmacológico, consulte o seu médico antes de a seguir.
  • Como é uma dieta muito pobre em hidratos de carbono. pode provocar dores de cabeça, sensação de fraqueza e de desmaio, cansaço, dificuldade de concentração.

24 de fevereiro de 2013

Como diminuir o colesterol?

domingo, fevereiro 24, 2013
O colesterol é fundamental para garantir a vida. O corpo precisa dele para produzir hormonas sexuais, bilis, vitamina D, membranas celulares e bainhas dos nervos. O fígado produz aproximadamente um grama de colesterol por dia, que é a quantidade suficiente de que o corpo necessita.
Muitos fatores como exercícios físicos, predisposição genética, sexo e outros componentes da alimentação influenciam o modo como o corpo humano processa o colesterol. Algumas pessoas podem consumir grandes quantidades e ainda assim conseguem manter os níveis de colesterol no sangue, enquanto outras ingerem muito pouco, mas apresentam alto teor de colesterol no sangue.

Quando o colesterol está alto o risco de sofrer de doenças cardiovasculares como infarte e AVC, por exemplo, aumenta. Para baixar o colesterol recomenda-se uma alimentação saudável.

O que comer para o colesterol
  • leite e iogurtes devem ser desnatado;
  • queijos brancos e light;
  • carnes grelhadas ou cozidas;
  • aumente o consumo de frutas e de sucos de frutas naturais (com excepção do abacate e coco);
  • coma diariamente legumes e hortaliças.

O que não comer para o colesterol
  • alimentos gordurosos;
  • enchidos como mortadela, salame, presunto...
  • queijos amarelos como catupiry, mussarela...
  • frituras devem ser exterminadas de sua dieta;
  • gordura trans;
  • diminua o consumo de doces em geral.
Para baixar o colesterol LDL rapidamente é recomendado ainda a prática regular de atividade física. Pode ser qualquer uma desde que seja feita no mínimo 3 vezes por semana com a duração de 1 hora.

6 de fevereiro de 2013

Snacks para perder peso

quarta-feira, fevereiro 06, 2013
Preocupa-se com a sua saúde e boa forma? Então, não se pode esquecer de levar na lancheira as melhores opções para recuperar a linha e manter-se saudável.
Lembre-se que os lanches são essenciais para assegurar níveis equilibrados de açúcar no sangue e, assim, estabilizar a concentração e o bem-estar.
Meio da Manhã
Opção 1
Ingira duas a três bolachas sem açúcar e 200 ml de água enriquecida com magnésio. As bolachas com níveis baixos e de açúcar são, por norma, mais ricas em fibra. A água com magnésio repõe os níveis deste mineral que baixam durante as dietas.

Opção 2
Coma uma a duas ameixas amarelas ou 10 bagas goji ou quatro amêndoas e 200 ml de chá de cidreira ou chá branco. As bagas goji têm uma ação antioxidante e otimizam as funções celulares. Já o chá de cidreira tem um efeito depurativo, é relaxante e beneficia a função digestiva.


À Tarde
Opção 1
Para o primeiro lanche opte por uma banana ou uma maçã ou uma pêra e duas a três nozes ou quatro a seis amêndoas e um iogurte 0% gordura. A maçã e a pêra são ricas em perictina, uma fibra solúvel que ajuda a saciar. Embora calóricos, os frutos secos fornecem gorduras essenciais ao organismo, ómega 3 e 6. Além disso, o iogurte contém cálcio com o benefício de oferecer poucas calorias e de ser de fácil digestão.

Para o segundo lanche, escolha uma gelatina 0% gordura ou uma fatia de ananás. Este fruto é riquíssimo em fibra e na enzima bromelina que facilita a digestão de proteínas e eliminação de gorduras.

Opção 2
Para o primeiro lanche opte por um iogurte com índice glicémico (IG) baixo ou 200 ml cevada e uma colher de sopa de sementes de chia ou uma duas colheres de sopa de flocos de cereais integrais. Por norma, os iogurtes, têm um IG baixo garante uma absorção de açúcar a uma velocidade adequada à saciedade. Os cereais integrais têm um importante papel saciante e elevado teor de fibra.

Para o segundo lanche escolha uma gelatina 0% gordura ou uma maçã ou uma laranja. Devido ao seu teor em vitamina C, a laranja reconforta e ajuda a manter níveis de atenção elevados.

5 ideias para comer mais fibra

quarta-feira, fevereiro 06, 2013
Se tem problemas de prisão de ventre, é natural que tente introduzir muita fibra na sua dieta.
Além de alimentos óbvios que a contém, como o kiwi e o farelo de trigo, são inúmeros os produtos alimentares que a contém.
Legumes
Os legumes, folhas verdes e as leguminosas (feijão, grão de bico, ervilhas e lentilhas) podem ser consumidos na sopa ou no prato. No tempo mais primaveril também ficam bem em saladas.

Frutos
Deve incluir alimentos ricos em fibra, como a ameixa e a papaia, em batidos com iogurte ou em saladas. Também podem ser utilizados em sumos sem adição de açúcar.

Cereais
Opte por cereais e pão integral que podem ser incluídos no pequeno-almoço e lanches.

Iogurtes
A ingestão de iogurtes ricos em bifidus e algumas estirpes de lactobacilus estimula a flora intestinal, reduzindo a fermentação e promovendo a regularidade do trânsito intestinal.

Líquidos
Aumente a ingestão diária de água ou infusões, como a cidreira e a camomila, para uma quantidade próxima de um litro e meio.

Dieta hiperproteica

quarta-feira, fevereiro 06, 2013
A maioria das dietas de emagrecimento tem um elevado teor de proteínas, mas algumas baseiam-se, exclusivamente, nelas (carne e peixe magros, ovos, leite e queijo magros). Neste caso, pode comer a quantidade que se quiser destes alimentos, com a condição de excluir os hidratos de carbono, incluindo os frutos doces e o pão. Tem ainda de limitar ao máximo as gorduras, como os condimentos gordos. Quanto às bebidas, apenas água sem gás, tisanas e, por vezes, um sumo de fruta natural ao pequeno-almoço, por causa das vitaminas.
As dietas hiperproteicas prolongadas, de aporte energético muito reduzido, estiveram na origem de alguns casos de morte nos Estados Unidos da América. Parece que este tipo de dieta provoca atrofia do músculo cardíaco, com séria ameaça de paragem cardíaca  ainda que seja acompanhada de suplementos vitamínicos e minerais. Mesmo com aplicação moderada, esta dieta, extremamente ácida, provoca uma perigosa redução dos níveis de potássio e de cálcio no sangue, assim como perturbações do ritmo cardíaco.

Não permite exceções, logo é dificil de fazer em sociedade. Embora garanta a perda de vários quilos numa semana, não corrige os maus hábitos alimentares. O peso perdido com rapidez pode regressar logo que recomece a fazer a alimentação clássica. É uma proposta a evitar.

5 de fevereiro de 2013

Dieta sem açúcar

terça-feira, fevereiro 05, 2013
Não é uma variante da anterior (os açúcares são hidratos de carbono), mas também exclui todos os açúcares de absorção rápida. Falamos do açúcar puro, dos produtos de pastelaria, da compota, do mel, entre outros.
Contudo, esta proposta mantém a ingestão de amido (açúcar de absorção lenta). Desta forma, reduz-se a libertação de insulina. Sem ela, o armazenamento de gorduras não é possível  Nesta dieta, não há restrições ao consumo de lípidos e prótidos. O álcool nem sempre é proibido. Os resultados são reais nas pessoas com o hábito de comer muitos doces. Além disso, o açúcar provoca fome cerca de uma hora depois de ser ingerido. Portanto, ao reduzir o seu consumo, diminui também o apetite.

Esta dieta é simples e equilibrada, se não compensar a redução dos açúcares com outros excessos. Não é adequada para as pessoas muito obesas, mas é útil para quem tiver tendência para o excesso de peso.

Dieta Atkins (sem hidratos de carbono)

terça-feira, fevereiro 05, 2013
O principio desta dieta é suprimir todos os alimentos que contêm hidratos de carbono. Ou seja, não só os açúcares simples encontrados na fruta e nos laticínios, mas também os complexos, como os cereais (arroz, trigo, milho) e seus derivados (massa, pão), as leguminosas e as batatas. Os legumes estão igualmente interditos. Em contrapartida, os alimentos que apenas contêm proteínas e gorduras são autorizados sem limitações, como é o caso da carne e da manteiga.
 A liberdade absoluta explica a atração que esta dieta exerce em todas as pessoas que querem perder peso sem reduzir o aporte alimentar. Como é possível comer até à saciedade, é pouco frustrante. A justificação cientifica do Dr. Atkins, o seu criador, é que uma dieta sem hidratos de carbono impede a insulina de desempenhar uma função prejudicial ao organismo ao converter os açúcares em gordura. Um posição que está longe de reunir consenso entre os especialistas.

Na nossa perspectiva, este tipo de dieta, ao aumentar a quantidade de lípidos no sangue, tem várias consequências  tais como:
  • pode aumentar o risco de acidentes cardiovasculares;
  • provoca uma sobrecarga do funcionamento do fígado e dos rins;
  • induz a cetose, que, além de levar à diminuição do apetite, provoca náuseas, fadiga e apatia;
  • a falta de açúcares e o consumo das reservas de glicogénio podem causar cãibras;
  • a baixa ingestão de fibras origina prisão de ventre;
  • pode levar à carência de vitaminas e minerais.
Esta dieta é desequilibrada e, nesse sentido, não é recomendável.

4 de fevereiro de 2013

Dieta monotemática

segunda-feira, fevereiro 04, 2013
Decerto que já ouviu falar da "dieta do morango" ou "das saladas", entre muitas outras do género. A este tipo de propostas chamamos dietas monotemáticas, por se basearem na presença obsessiva de um determinado alimento em todas as refeições. Dada a importância de ter uma alimentação variada, não existe uma razão válida para privilegiar determinado alimento em detrimento de outros.
Estas dietas implicam uma grande restrição calórica; logo, os efeitos são imediatos. No entanto, a monotonia da ementa leva as pessoas, a curto prazo, a desistir. Em termos de fornecimento de vitaminas e sais minerais, é pobre, porque exclui muitos deles.

Esta dieta é desequilibrada, já que nenhum alimento é completo.

Dietas de Emagrecimento

segunda-feira, fevereiro 04, 2013
A alimentação fornece ao organismo toda a energia necessária. Dela também fazem parte os condimentos, especiarias e açúcares que dão sabor aos alimentos, aspeto que não pode ser ignorado. Uma dieta correta e salutar garante uma saude equilibrada, mas de nada serve se, ao mesmo tempo, não for agradável ao paladar e olfato.
Todos os anos, são propostas, experimentadas, rejeitadas, esquecidas e ressuscitadas muitas dietas. Com a aproximação do verão e perante a perspectiva de não caber no fato de banho do ano anterior, somos assaltados pelo desejo de sempre: emagrecer. Se possível rapidamente e sem esforço. Nestas circunstâncias podemos cair na tentação de trocas as refeições pelos seus substitutos ou experimentar a dieta da moda. Muitas são as fontes, desde revistas até à Internet. Difícil é escolher e saber se as dietas sugeridas permitem a perda de peso saudável.

Antes de iniciar a sua longa caminhada, vamos analisar futuramente aqui no blog, essas dietas e dar-lhes os elementos de análise e de apreciação para o ajudar a compreendê-las. Todas são conhecidas e têm algum êxito. A maioria exibe uma explicação mais ou menos cientifica, esteve na origem de diversas publicações ou foi usada durante um período mais ou menos longo. Algumas são duvidosas. Encontramo-las em Abril e Maio na capa de revistas femininas. Acredite que não são mais do que um comércio sazonal e/ou um argumento de venda da publicação.

5 dicas para perder 5 quilos

segunda-feira, fevereiro 04, 2013
Por vezes exercício e uma dieta equilibrada não ajuda a perder aqueles quilinhos que teimam em desaparecer, por isso indicamos 5 dicas de alimentação, que conciliadas com exercício e alimentação na perda de peso.

Sumo de Limão antes de dormir
Beber um copo de sumo natural de limão antes de ir dormir ajuda a eliminar as toxinas do corpo e a reduzir a retenção de líquidos  o que ajudar na perda de peso. A única desvantagem será o efeito diurético causado pelo limão, que deverá fazê-lo levantar-se durante a noite para ir à casa de banho.

Use vinagre
Um estudo da Universidade sueca ‘Lund’ descobriu que o vinagre reduz o aumento de insulina que ocorre após uma refeição rica em hidratos de carbono e aumenta ainda a saciedade após uma refeição rica em açúcares. Outro estudo também indica que o ácido acético do vinagre consegue impedir a acumulação de gordura, aumentando a termogênese e a oxidação de ácidos graxos no fígado. Atenção que deverá usar vinagres de qualidade e modere na sua utilização.

Seja prudente com fins-de-semana
É complicado quando os fins de semana ainda são um problema para quem segue uma dieta. A vida social (amigos, família  festas, etc) está sempre acompanhada de tentações alimentares que podem estragar o sucesso de uma dieta. Pode cometer alguns pecados (um copo de vinho, uma sobremesa, ou um bolinho), mas pensando sempre no exercício extra que terá que fazer para sua dieta não se tornar numa dieta de efeito "iõ-iõ".

Beba leite
Estudos comprovam a eficácia do cálcio no combate à perda de peso. O leite é um dos alimentos mais ricos em cálcio, por isso é essencial incorporá-lo na sua dieta. Opte por leite magro, contém menos gordura e continua rico em cálcio. É aconselhável entre 1-2 copos por dia.

Beba chá verde ou vermelho ao pequeno-almoço
Estes dois chás, para além de conterem cafeína  que ajudam no despertar, aceleram o metabolismo, quando praticamos exercício físico. O ideal é uma combinação entre os dois chás. De manhã, beba chá verde (contém menos cafeína), e à tarde chá vermelho. Não esqueça que deverá também beber água.

Estas dicas só resultam com ajuda de exercício físico regular e uma alimentação equilibrada.

Popular

Follow by Email